Ceará anuncia demissão de Juliano Camargo do cargo de executivo de Futebol



A diretoria do Ceará resolveu demitir o então executivo de futebol do clube, Juliano Camargo, nesta segunda-feira, 25, dois dias após o empate de 1 a 1 com a Chapecoense. O dirigente é desligado do Alvinegro quase um ano após a sua chegada, em novembro de 2022. Já o diretor de futebol, Albeci Júnior, permanece no cargo.

No Vovô, Juliano Camargo foi responsável ao lado de Albeci Júnior, diretor de futebol do clube, por montar o elenco para a temporada de 2023 após o rebaixamento para a Série B. Apesar do título da Copa do Nordeste, a campanha frustrante da equipe na Série B custou a continuidade do trabalho do profissional de 47 anos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“O Clube agradece pelos serviços prestados e deseja sucesso em sua trajetória”, comunicou o Ceará através de nota à imprensa.

Juliano chegou ao clube do Porangabuçu sob a expectativa de repetir o bom trabalho que desenvolveu no Criciúma, em 2022. Com ele no Departamento de Futebol, o time catarinense subiu da Série C para a B em 2021 e fez campanha de 8º colocado na Segundona disputada no ano passado.

Nos últimos meses, a pressão sobre o trabalho de Juliano já havia aumentado bastante devido aos insucessos do time em campo. Em agosto, na época da demissão de Guto Ferreira, o presidente do Ceará, João Paulo Silva, defendeu os dirigentes do Departamento de Futebol e anunciou a manutenção de Juliano e Albeci.





Dúvidas, Críticas e Sugestões?
Fale com a gente

Tags

ceará sporting club

juliano camargo ceará

ceará departamento futebol


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *